Festival

A música electrónica é mais Forte em Montemor-o-Velho

Em Agosto, todos os caminhos vão dar ao Castelo de Montemor-o-Velho. O Forte está de regresso com Ben Frost & MFO, Cabaret Voltaire, Apparat, Ben Klock, RØDHÅD e Michael Mayer, entre outros

Texto de Adriana F. Afonso • 02/05/2016 - 17:51

Distribuir

Imprimir

//

A A

De 25 a 27 de Agosto, as muralhas do Castelo de Montemor-o-Velho, no distrito de Coimbra, não vão ter descanso — e ainda bem. O Festival Forte está de regresso e, à terceira edição, anuncia um cardápio que combina as novas tendências da música electrónica com as suas maiores referências.

 

Do cartaz destacam-se os míticos Cabaret Voltaire, que assim se estreiam em território nacional, e a dupla Trade, de Blawan e Surgeon. Também confirmados estão Ben Frost, que, na companhia de MFO, apresenta o mesmo projecto com que actuou em Dezembro no Teatro Maria Matos, em Lisboa, e os alemães Ben Klock e Apparat.

 

Michael Mayer, Daniel Miller, Ancient Methods, Kobosil, Vril, Helena Hauff, Marcel Dettman, Rødhåd, Rrose, Drumcell, Rrose, Silent Servant, Sebastian Mullaert e Truncate completam o lote internacional. Apart, Amulador, David Rodrigues, Manu, Rui Vargas (presença assídua no festival), Shcuro e Vil assumem a representação portuguesa. #TheForteIsStrongInYou é a premissa. 

 

Contando este ano pela primeira vez com o apoio do Turismo de Portugal, o Forte chamou também a atenção da Pitchfork que o incluiu no seu Guia Anual de Festivais. Também a revista online americana XLR8R destacou o evento pelo seu cartaz e pelo seu local, Castelo de Montemor-o-velho, monumento nacional.

 

O bilhete geral, que inclui o passe para os três dias com acesso ao parque de campismo, encontra-se à venda por período limitado a 70 euros na BOL, na página de facebook do festival e na Sonicgoods. Depois, os bilhetes passam para 75 euros. 

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que