Diogo Veiga

Arquitectura

Há 11 portugueses na corrida ao prémio Young Talent Architecture

Projectos de 11 jovens arquitectos portugueses foram seleccionados para a segunda edição do prémio Young Talent Architecture Award, promovido pela Fundação Mies van der Rohe e pela Creative

Texto de P3/Lusa • 24/05/2018 - 11:33

Distribuir

Imprimir

//

A A

Onze projectos de jovens arquitectos portugueses concorrem ao Young Talent Architecture Award 2018, que recebeu este ano 334 projectos de 32 países, de acordo com a organização.

 

Trata-se da segunda edição do prémio, promovido pela Fundação Mies van der Rohe e pela Creative, e a maioria dos projectos é oriunda de Itália, Espanha, Alemanha e China, num total de 451 estudantes de 118 escolas de arquitectura. De Portugal, os 11 projectos seleccionados são provenientes de quatro escolas de Lisboa e do Porto.

 

O Young Talent Architecture Award (YTAA) está entre os 12 eventos paralelos da 16.ª exposição internacional de arquitectura intitulada Freespace, com curadoria de Yvonne Farrell e Shelley McNamara e organizada pela Bienal de Veneza, que abre ao público no sábado. Os projectos portugueses são There´s Another Border, de Francisco Daniel Teixeira Dias (Universidade de Lisboa), The Metamorphic House, de João Pedro Siopa Alves (Universidade de Lisboa), From Marvila to Tejo, de Ana Teresa Martins Afonso (Universidade de Lisboa), Sines. Composing the Opposites, de Bianca Salmoiraghi (Universidade Autónoma de Lisboa), Urban density - Between natural and art..., de Margarida Vasconcelos (Universidade de Lisboa).

 

Também foram seleccionados Interstices of Urban Dualism in Maputo, de João Pedro de Brito Oliveira (Universidade de Lisboa), Powerful spaces, de Diogo Veiga (Universidade do Porto), From real to abstract, from abstract to..., de Fábio Santos (Universidade do Porto), The garden of Earthly Delights, de Francisco Duarte Ferreira (Universidade do Porto), Other Habitational Contexts , de Inês Silva (Escola Superior Artística do Porto), House, Kitchen, Garden in Alcácer do Sal, de Pedro Frade (Universidade Autónoma de Lisboa).

 

O júri do prémio será composto pelos arquitectos e investigadores Salomon Frausto, Martina Bauer, Ana Betancour, Matilde Cassani e Rainer Mahlamäki, que irão seleccionar 12 finalistas e depois quatro vencedores. A cerimónia de atribuição dos prémios tem lugar no dia 20 de Setembro. A exposição principal da Bienal de Arquitetura de Veneza irá acolher a representação oficial portuguesa no Public Without Rethoric, dos curadores Nuno Brandão Costa e Sérgio Mah, que é inaugurada esta quinta-feira.

Voltar ao topo

|

Corrige
Eu acho que