As dores de crescimento de um pai em crescimento

autoria P3

// data 19/03/2018 - 10:55

// 7309 leituras

O que sabemos de Irena? Que tem alguma dificuldade em usar o garfo, mas nenhuma com o comando da televisão. Que adora pizza e também gosta muito do gato, a não ser quando é a hora dos desenhos animados. Que sabe dizer obrigada — e outras palavras menos recomendáveis. E como é que o sabemos? Graças aos cartoons de Dave Levy, que na conta de Instagram @davethedadjokes mostra o dia-a-dia de um pai em descoberta, com a preciosa ajuda da filha com quase dois anos (22 meses, para sermos mais precisos).

 

Dave vive em Los Angeles com a sua mulher, Debbie, e trabalha em animação na Walt Disney. Sempre desenhou, mas a paternidade trouxe-lhe uma nova "fonte de inspiração", conta ao P3, em declarações por escrito. "Tem sido divertido usar pequenos pedaços da nossa vida diária com a nossa filha num comic no Instagram", diz o pai. "Espero que nos ajude a lembrar de todas as pequenas coisas que seriam muito fáceis esquecer com o passar do tempo." Por agora, Irena é uma criança "alegre e curiosa", com um particular interesse por livros e peluches. Ah, e está a tornar-se "muito boa a dar abraços". Para cenas dos próximos episódios basta seguir os desenhos do pai e das suas dores de crescimento — em particular nas costas e nos joelhos. As desvantagens, diz ele, de ter sido um pai tardio, embora, dizemos nós, aos 44 anos não seja o old dad como por vezes se apresenta.

 

A parentalidade, e todo o seu potencial cómico, tem inspirado várias bandas desenhadas, inclusive por Portugal. Vale a pena voltar a espreitar esta lista.

Eu acho que